• Diamante FM

Trabalhadores têm 20 dias para resgatar até R$ 1.100 do PIS/PASEP


Trabalhadores do setor privado e público têm até o dia 30 de junho para resgatar o valor do PIS-PASEP, mais conhecido como o abono salarial de até R$ 1.100. Atualmente, os cofres públicos estão com R$ 1,6 bilhão referente a valores esquecidos pelos brasileiros. O PIS/Pasep é popularmente conhecido através da principal atuação junto ao benefício do abono salarial. Trata-se de uma quantia paga ao trabalhador formal de acordo com o período de trabalho com carteira assinado durante o ano-base. O valor máximo do PIS/Pasep é de um salário mínimo vigente, ou seja, R$ 1.100, pago ao funcionário da iniciativa privada ou servidor público, desde que tenham cumprido o período de 12 meses integralmente. Enquanto o PIS é pago ao funcionário de empresas privadas pela Caixa Econômica Federal (CEF), o Pasep é responsabilidade do Banco do Brasil (BB), destinado aos servidores de instituições e órgãos públicos. Este valor de R$ 1,6 bi parado nos cofres públicos se distribui da seguinte maneira:

  • R$ 1,2 bilhão de recursos provêm do abono salarial que não foi sacado pelos trabalhadores em anos anteriores;

  • R$ 448,4 milhões referente ao calendário atual do abono salarial.

O valor varia de R$ 88 até um salário mínimo, ou seja, R$1.100, de acordo com o tempo de trabalho. Os beneficiários podem saber se possuem direito das seguintes formas:

  • Por meio do aplicativo Caixa Trabalhador;

  • No site da caixa (www.caixa.gov.br/PIS), clique em “Consultar pagamento”;

  • Pelo telefone de atendimento da Caixa: 0800 726 0207

Pelos telefones da central de atendimento do Banco do Brasil:

  • 4004-0001 (capitais e regiões metropolitanas);

  • 0800 729 0001 (demais cidades);

  • 0800 729 0088 (deficientes auditivos);

  • App BB PASEP.

Os beneficiários que não possuem conta nos bancos, podem ir até um caixa eletrônico, com o cartão cidadão e a senha para sacar o dinheiro. Aqueles que não tem o cartão pode receber o valor em qualquer agência da Caixa, mas é preciso levar documento de identificação com foto, CPF e carteira de trabalho. Aqueles que possuem dúvida e querem saber se tem direito ao PIS, o trabalhador pode telefonar para a Caixa no 0800-726-02-07 ou acessar o site oficial da Caixa. Para a consulta, é necessário ter em mãos o número do NIS (PIS/Pasep). Os servidores que recebem Pasep devem verificar se houve depósito em conta no Banco do Brasil. Caso isso não tenha ocorrido, basta procurar uma agência do BB para regularizar a situação. Mais informações sobre o Pasep podem ser obtidas pelo telefone 0800-729 00 01, do Banco do Brasil.

4 visualizações0 comentário