• Diamante FM

Segov determina home office a servidores devido ao avanço da Covid-19 em MS


Servidores da Segov (Secretaria de Governo e Gestão Estratégica) vão trabalhar em home office. A determinação acontece após o Governo de Mato Grosso do Sul decretar toque de recolher a partir das 20h e restrições para conter o avanço da pandemia do novo coronavírus. Segundo resolução publicada nesta segunda-feira (15), os servidores, empregados públicos e os trainees lotados na Segov, cujas atribuições possam ser desenvolvidas remotamente, com a utilização de recursos de informática e tecnologia, assim declaradas pela Chefia imediata, deverão atuar sob o Regime Excepcional de Teletrabalho, desde que mantidas as condições necessárias ao funcionamento das competências da Pasta. Com a resolução, será necessário a publicação com as relações de servidores, empregados públicos e trainees que, conforme a necessidade de serviço: atuarão em regime de teletrabalho, sem prejuízo para o serviço público; permanecerão presencialmente na unidade, cumprindo escala de revezamento; deverão gozar férias acumuladas. O home office será priorizado aos servidores que se enquadrem no grupo de risco até que esteja estabelecido o controle da Covid-19. Caso o servidor, empregado público ou o trainee não se enquadre nas hipóteses de teletrabalho, não desenvolva atividades que exijam sua continuidade presencial e não disponha de férias acumuladas, deverá a chefia imediata tomar as providências necessárias perante o Setor de Recursos Humanos da Secretaria para proceder ao abono de faltas justificadas, devendo o agente em questão ficar de sobreaviso, podendo tal condição ser alterada de acordo com a necessidade do serviço.

2 visualizações0 comentário