© 2018 Desenvolvido por Indoor Brasil

Diamante Fundo Transparente.png

Renda com soja deve cair 14% em MS e ficar em R$ 10,2 bilhões


A soja, principal cultura da safra sul-mato-grossense deverá ter recuo de 14,6% no Valor Bruto da Produção (VBP), ou mais de R$ 2 bilhões neste ano. A renda que ficou em R$ 12,015 bilhões com a cultura, no ano passado tem estimativa de retração para R$ 10,259 bilhões em 2019 . Os dados são do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). O motivo é o clima que derrubou a produção de soja de 11 a 15% no Estado, sendo que as perdas foram mais concentradas na região centro e sul, que juntas respondem por 88% da área plantada de MS. A colheita que está a pleno vapor tem retirado dos campos uma média de  52 sacas por hectare, diante de cerca de 59 sacas/ha na safra anterior.


Conforme dados da assistência técnica do Sistema Famasul, no início da safra de soja 2018/2019, a expectativa de volume de grãos era de 10,05 milhões de toneladas, com uma área de 2,84 milhões de hectares e produtividade esperada de 59 sc/ha. Com a ocorrência da estiagem durante a safra, houve redução no potencial esperado de produtividade de grãos e produtividade e a previsão é que a soja renda 8,9 milhões de toneladas, aproximadamente.


No total a receita do agronegócio estadual deve cair 3,53% neste ano de R$ 32,160 bilhões para R$ 31,025 bilhões, o que representa uma retração de R$ 1,134 bilhão, O VBP é um indicador da atividade calculado com base nos volumes de produção e preços médios da agricultura e pecuária do estado. Segundo o levantamento do VBP total que o Estado deve ter este ano, 65,17% deve vir da agricultura, que deve atingir os R$ 20,219 bilhões, e 34,82% da pecuária, que deve totalizar R$ 10,806 bilhões.