• Diamante FM

Número de internados por Covid-19 cai para 60 em Mato Grosso do Sul


Os números de casos e mortes por Covid-19 continuam em estabilidade em Mato Grosso do Sul, enquanto o número de internados segue em queda. Conforme boletim epidemiológico divulgado neste domingo (27) pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), há 60 pessoas hospitalizadas com a doença no Estado. Deste total, 23 ocupam leitos clínicos e 37 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), que são os casos mais graves. São 49 internados em hospitais públicos e 11 na rede privada. No auge da pandemia, o Estado chegou a ter 100% dos leitos ocupados e precisou encaminhar pacientes para outros estados. Atualmente, a taxa de ocupação de leitos de UTI pelo Sistema Único de Saúde (SUS) é de 74% na macrorregião de Campo Grande, 54% na de Dourados, 28% na de Três Lagoas e 47% na macro de Corumbá. Há ainda 2.870 pessoas com caso de Covid ativa em isolamento domiciliar, com sintomas leves ou assintomáticos. Nas últimas 24 horas, foram confirmados 177 novos casos de Covid-19 no Estado. A média móvel dos últimos sete dias é de 474 casos diários. Já com relação aos óbitos, houve cinco novas vítimas de ontem para hoje, com média móvel de 2,7. A taxa de letalidade da doença permanece em 2%. Todas as novas vítimas eram residentes de Campo Grande, sendo três mulheres e dois homens. As vítimas tinham idades entre 45 e 79 anos e todas apresentavam comorbidades, como diabetes, doença cardiovascular crônica, imunossupressão e obesidade, entre outros. Desde o início da pandemia, em março de 2020, Mato Grosso do Sul contabiliza 523.5665 casos confirmados de Covid-19. Quanto às mortes, são 10.486 nestes dois últimos anos, até hoje. O número de recuperados chega a 510.149. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, o avanço da vacinação é responsável pela queda no número de internados, casos, óbitos e taxa de letalidade da Covid-19. "A gente observa numero de casos, óbitos, internações mais baixos. Nós continuamos observando a possibilidade ou não de novas variantes. Tivemos diminuição da média móvel de casos e mortes", afirmou a secretária adjunta de Saúde, Christinne Maymone. Após melhora na pandemia, o governo de Mato Grosso do Sul liberou o uso da máscara facial em locais fechados e abertos. Campo Grande liberou, oficialmente, o uso da máscara em locais fechados nesta terça-feira (22). A exceção é para o transporte coletivo, transporte por aplicativo, táxi, hospitais, consultórios e unidades de saúde. O infectologista Julio Croda acredita que a pandemia da Covid-19 esteja próxima do fim, conforme noticiado pelo Correio do Estado. Croda diz que ainda neste ano, a pandemia pode entrar em uma fase endêmica, com menos impactos na saúde. Essa passagem de pandemia para endemia, segundo ele, significa que o impacto da doença em internações e mortes será menor. Christinne Maymone afirmou que a doença está controlada em Mato Grosso do Sul, mas que a SES permanece monitorando o que acontece em outros países que possuem novas variantes, como Reino Unido, França e China. Com informações do Correio do Estado

3 visualizações0 comentário