• Diamante FM

MS tem taxa de ocupação de 76% em UTIs covid nesta segunda, a menor desde fevereiro


Mato Grosso do Sul começou julho com melhora nos números da covid e, consequentemente, queda nas internações. Dessa forma, a taxa de ocupação de leitos UTI (Unidade de Terapia Intensiva) exclusivos para covid caiu para 76% nesta segunda-feira (05), a menor desde o dia 22 de fevereiro - 133 dias atrás. O Jornal Midiamax acompanha os índices diariamente pelo painel Mais Saúde, da SES (Secretaria Estadual de Saúde).


Conforme os dados, MS possui 614 leitos UTI adulto para pacientes com covid atualmente, sendo que são 470 pacientes em estado grave internados em hospitais no Estado. Ainda assim, restam 144 vagas no sistema de saúde.


Até há algumas semanas Mato Grosso do Sul precisava recorrer a outros estados para transferir pacientes e ainda assim contava com fila de espera de cerca de 200 pessoas que aguardavam transferência para UTI.


Conforme o médico infectologista e pesquisador da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), Júlio Croda, com o avanço da vacinação, podemos esperar uma queda acentuada no número de casos da covid em julho. "O cenário é de queda no número de casos, sim. Ainda mais com o avanço da vacinação", explica.


Em Campo Grande, que conta com 334 leitos UTI, a taxa de ocupação está em 80%. No HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul) - referência do SUS para tratamento de covid em MS, 85% dos 125 leitos estão ocupados.


Já Dourados tem a ocupação de leitos para pacientes em estado grave com covid em 68% nesta segunda. Já, Três Lagoas registra ocupação de 75%. Veja a situação em outros municípios:


Corumbá - 65%

Naviraí - 93%

Sidrolândia - 100%

Ponta Porã - 77%

0 visualização0 comentário