© 2018 Desenvolvido por Indoor Brasil

Diamante Fundo Transparente.png

MS chega a 21 doentes e exame descarta morte por coronavírus em Campo Grande

Atualizado: há 5 dias


Em Mato Grosso do Sul o número de casos confirmados do Covid-19, o novo coronavírus, chega a 21. Em Campo Grande há uma morte sendo investigada por possíveis complicações da doença, até o momento nenhum óbito foi confirmado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde).


A possível morte pelo coronavírus em MS seria de uma venezuelana de 63 anos, que faleceu na noite de sexta-feira (20), na capital. Ela estava hospedada em uma casa na Vila Piratininga e tinha histórico de doença respiratória, pneumonia e hipertensão. O caso está sendo investigado pela Sesau (Secretaria Municipal de Saúde).


Dados divulgados no boletim epidemiológico da SES, deste domingo (22), apontam que nas últimas 24h houve aumento de cinco casos confirmados de coronavírus em território sul-mato-grossense, todos em Campo Grande. Segundo a SES, os novos infectados tiveram contato com pacientes confirmados anteriormente.

Entre os novos infectados estão uma adolescente de 13 anos e uma de 19. Outras duas mulheres, de 36 e 48 anos estão entre os novos casos, junto com um homem de 37 anos.


Desses casos, três estão hospitalizados, dois em hospitais privados de Campo Grande e um paciente está em tratamento em São Paulo. Este paciente que está em São Paulo foi notificado aqui em MS e diagnosticado no Lacem (Laboratório Central de MS).


De acordo com o boletim são pelo menos 272 casos notificados em todo o estado. São 50 casos suspeitos no MS, todos com exames em processamento. Já foram descartados 190 casos no estado. Segundo a SES, até o momento não há nenhum óbito confirmado em decorrência do vírus.


Das últimas 27 amostras processadas no Lacem, do último sábado (21) para este domingo, nenhuma foi positiva para o coronavírus. “Estamos no caminho certo, com restrições sociais dia e noite, e nenhum óbito”, disse Cristhinne Maymone, secretária-adjunta de Saúde.


Em live, os responsáveis pelo boletim informaram que a SES “está trabalhando diuturnamente para ter resposta precisa população de MS”.


Confira o boletim na íntegra clicando aqui.