© 2018 Desenvolvido por Indoor Brasil

Diamante Fundo Transparente.png

Governador decreta luto oficial de três dias por morte de Juvêncio


O governador Reinaldo Azambuja (psdb) decretou luto oficial por três dias pela morte do ex-prefeito de Campo Grande e ex-senador, Juvêncio César da Fonseca, ex-senador e ex-prefeito de Campo Grande, falecido neste sábado (14), aos 84 anos. Em sinal de respeito, as bandeiras em frente à governadoria estarão hasteadas a meio mastro. Ontem, prefeito Marcos Trad (PSD) também decretou luto por três dias.


Juvêncio passou por diversos problemas de saúde e há dois meses foi internado por conta de infecção no osso causada por bactérias, ele sofria do problema há anos. Em 2017, chegou a ser internado no hospital Proncor devido a complicações, desde então passou por várias vezes em hospitais de Campo Grande. 


Nascido na Capital do Estado, em 21 de setembro de 1935, Juvêncio formou no curso de Direito pela Faculdade Cândido Mendes, no Rio de Janeiro (RJ). Foi vereador de 1983 até 1985, quando se candidatou à prefeitura de Campo Grande. Eleito, comandou a cidade por dois mandatos.


Assumiu o cargo de senador da República por Mato Grosso do Sul em 1998, tendo exercido o mandato até 31 de janeiro de 2007.


Já integrou o Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), atualmente MDB, o Partido Democrático Trabalhista (PDT), o Partido da Frente Liberal (PFL - atual Democratas) e o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB).