• Diamante FM

Em 11 meses, MS supera 2019 em número de mortes por dengue


Com mais de 71 mil casos notificados de dengue, Mato Grosso do Sul atingiu um número histórico diante das mortes pela doença. Faltando um mês para encerrar o ano, MS superou o número de mortes registradas em 2019 e soma 42 vítimas que morreram pela doença.



De acordo com boletim epidemiológico da SES (Secretaria Estadual de Saúde), no ano passado, o estado teve mais de 85 mil notificações, índice maios que neste ano. Porém, em 11 meses, o número de óbitos cresceu 30% em comparação a 2019, que registrou 32 falecimentos pela dengue.


O alto índice de incidência também coloca Mato Grosso do Sul no 2° lugar do ranking dos estados com maiores incidências. O indicativo coloca MS todo com alerta de alta incidência, que corresponde acima de 300 casos por 100 mil habitantes.


Campo Grande soma, conforme o boletim, 18.948 notificações pela doença e 12.641 confirmações. Três Lagoas aparece com 4.066 notificações e 2.790; Corumbá, com 4.030 notificações e 1.671; Ponta Porã com 5.527 notificações e 4.093 e Dourados, com 2.205 notificações e 1.197.


O boletim da Saúde mostrou também que os habitantes com idades entre 20 e 29 anos são os mais infectados pela dengue, correspondendo a 19,73% do total de casos confirmados. Logo atrás, vem os moradores com idades entre 30 e 39 (18,11%) e o a população de 10 a 19 anos (15,93%).


As mortes foram registradas em Corumbá, Sete Quedas, Ponta Porã, Bodoquena, Pedro Gomes, Nova Andradina, Chapadão do Sul, Mundo Novo, Paranaíba, São Gabriel do Oeste, Aquidauana, Itaquiraí, Itaporã, Laguna Caparã, Caarapó, Ivinhema, Anastácio, Miranda e Campo Grande. O boletim completo da SES pode ser acessado aqui.

2 visualizações
© 2020 Desenvolvido por Indoor Brasil
Logo Branca.png

Rua José Vieira Flores QD 18 L 9. Recanto Dos Pintados - Corguinho MS