• Diamante FM

Chuvas ficaram acima da média histórica em boa parte do Estado nestes primeiros 15 dias de abril


Nos 15 primeiros dias de abril as chuvas ficaram acima da média histórica em grande parte do Estado, tendo um aumento entre 100% a 150%. Esta avaliação foi feita pelo Cemtec (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima de MS). Para isto foram analisados dados do Merge/Inpe, Inmet/Semagro e Cemaden.


A média histórica da região Sudoeste para este período (1° a 15 de abril) de chuvas é de 40 a 60 mm. Já região pantaneira 30 a 50 mm, região Leste (30 a 40 mm) e Centro-Norte de 30 a 50 mm.


Entretanto, neste ano, a região Sudoeste teve entre 120 a 240 mm. Enquanto que a Centro-Norte chegou até 120 mm. Já as regiões Leste e Pantaneira ficaram em 80 mm. Segundo o Cemtec estes acumulados de chuvas se associaram a passagens de frentes frias, transporte de umidade e instabilidade termodinâmica local, que se juntaram a chuvas isoladas típicas da época do ano.


Municípios da região sudoeste, entre eles Itaquirai e Mundo Novo, apresentaram chuvas acima de 150 mm. De acordo com o Cemtec estas chuvas intensas na região ocorreram devido a combinação de vários fatores meteorológicos, entre eles um sistema de baixa pressão atmosférica no Paraguai e um fluxo anômalo, que transporta ar quente e úmido vindo da Amazônia.


Outra combinação de fatores gerou as chuvas excessivas na região Sul do Estado no dia 12 de abril. Sidrolândia, Nova Alvorada do Sul e Ribas do Rio Pardo ficaram acima de 80 mm nesta quinzena, enquanto as cidades como Corumbá, Bela Vista e Três Lagoas e Camapuã tiveram cenários bem diferentes, com as chuvas abaixo de 30 mm.


Com informações do Portal Idest

2 visualizações0 comentário