• Diamante FM

Chuva e tempo instável permanecem neste fim de semana em Mato Grosso do Sul

Atualizado: 19 de out. de 2021


A previsão do tempo para esta sexta-feira (15) e sábado (16) ainda é de temporais, com chuvas fortes, rajadas de ventos, raios e possibilidade de queda de granizo.


De acordo com o meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Heráclito Alves, as chuvas serão intensas na região sul e leste de Mato Grosso do Sul. Mas, no Pantanal elas serão menos intensas.


A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Mato Grosso do Sul emitiu alerta para rajadas de vento entre 60km/h a 100km/h com queda de granizo para 40 dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul. O aviso é válido até esta sexta-feira.


As chuvas ocorridas em Mato Grosso do Sul foram suficientes para elevar a umidade relativa do ar, melhorar a qualidade de respiração e provocar leve queda nas temperaturas.


Com acumulados de chuva, a umidade do ar salta para índices entre 60% e 85%. A umidade relativa do ar indicada é de 60% ou mais, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS).


O tempo abre e haverá predomínio de sol a partir de domingo (17), exceto na região norte do Estado, onde haverá chuvas concentradas.


A chuva ocorrida na madrugada da quinta-feira (14) causou transtornos na Capital. O temporal derrubou árvores, torres e muros, abriu buracos, deixou bairros sem luz, queimou semáforos e prejudicou o trânsito.


De acordo com o meteorologista Natálio Abrahão, o acumulado médio de chuvas foi de 52mm na Capital.


De acordo com a concessionária que distribui energia para os municípios do Estado, Energisa, 55 bairros foram atingidos pela chuva em Campo Grande.


Ponta Porã registrou enchentes após 103mm de chuva. Outros municípios também registraram acumulados de chuva, como Iguatemi (41mm), Itaquiraí (23,4mm), Dourados (43mm), Bela Vista (28mm), Maracaju (36,6mm), Aquidauana (8mm), Dois Irmãos do Buriti (4mm), Rochedo (18mm) e São Gabriel do Oeste (10,2mm).


Segundo a Energisa, 401.852 descargas elétricas foram registradas das 0h às 9h desta quinta-feira (14) em Mato Grosso do Sul.


A primavera começou em 22 de setembro e termina em 21 de dezembro no Brasil.

É a estação do ano de transição entre o inverno e o verão.


Suas principais características são floração de plantas, calor, tempo chuvoso e aumento da umidade relativa do ar.


A estação da primavera será quente e pouco chuvosa em Mato Grosso do Sul, segundo Abrahão.


As chuvas devem ser isoladas, irregulares e mal distribuídas durante a estação da primavera deste ano, podendo causar transtornos e prejuízos à pessoas e edificações.


A umidade relativa do ar terá pequena elevação. Com isso, haverá melhora na qualidade do ar.


Os dias serão mais longos e noites mais curtas. A primavera nunca ocorre ao mesmo tempo em dois hemisférios.


Se no sul é primavera, no norte é outono. O mesmo acontece nas estações de verão e inverno.

1 visualização0 comentário