© 2018 Desenvolvido por Indoor Brasil

Diamante Fundo Transparente.png

Brasil e Paraguai terão apoio da Argentina contra o tráfico


Nesta segunda-feira (3), o ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro esteve no Paraguai. Durante uma visita a Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia, que é vizinha a Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, ele anunciou que a Argentina participará de uma ação conjunta entre os países para combater o narcotráfico na fronteira.


A operação Nova Aliança, realizada pelo Brasil e pelo Paraguai, existe há 5 anos. A reunião desta segunda-feira teria a presença do presidente paraguaio, Mario Abdo Benitez, e da ministra da defesa da Argentina, Patricia Bullrich. Porém, eles não puderam comparecer por causa do mau tempo.


Na sede da Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai, Moro falou com a imprensa sobre os planos das autoridades contra o tráfico.


É uma operação que vem sendo realizada há um tempo, mas que nós estamos querendo intensificar. Recebemos o ministro [da Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai, Arnaldo Giuzzio] há um tempo em Brasília, ocasião em que conversamos sobre a realização de uma nova fase”, disse ele.


Ainda segundo Moro, atendendo a uma solicitação de Giuzzio, o Brasil vai disponibilizar dois helicópteros para auxiliar a operação de fiscalização da região, que é uma das principais portas de entrada de entorpecentes e armas de grosso calibre no país.


A área da fronteira do Brasil com o Paraguai, em Ponta Porã, sempre foi marcada por tiroteios, tráfico de drogas e armas, além de execuções. A Polícia Federal revelou que, em 5 anos, já foram destruídas 14 toneladas de maconha na região.